Contextualização da iniciativa

O Mercadinho Português é, essencialmente, um mercado de artes manuais, peças de autor, novas marcas e produtos gourmet. Em determinadas edições também existe um pequeno espaço dedicado aos artigos vintage e de colecionismo.

O projeto surgiu no ano de 2012, na altura, sob um nome diferente ("Negócio de Rua"). As primeiras edições aconteceram nas cidades de Braga, Viseu, Guimarães e Vila do Conde e foram realizadas em parceria com associações recreativas e culturais locais. Ao longo dos anos, o projeto foi evoluindo e, neste momento, o Mercadinho acontece em vários centros e galeriais comerciais do Norte do país, entre eles, galerias Continente (Maia Jardim, Gaia Jardim e Continente Valongo), galerias Pingo Doce (Póvoa de Varzim, Sta Maria da Feira e Aveiro), no CC Trindade Domus na Baixa do Porto, no CC Ferrara Plaza em Paços de Ferreira e, pontualmente, no CC Espaço Mais Grijó. 

No Mercadinho Português, qualquer empreendedor, artesão, criador ou produtor, quer se dedique a tempo inteiro à atividade ou apenas "nas horas vagas", poderá participar desde que apresente um artigo de qualidade e cuja produção não seja de cariz totalmente industrial e massificada. Através do mercadinho, os participantes têm uma oportunidade excelente de apresentar as suas marcas e produtos em espaços de referência, muitas vezes, de difícil acesso para a grande maioria.

O Mercadinho Português é também um espaço de lazer onde onde se procura criar um ambiente em que participantes e visitantes possam conviver e partilhar experiências, nomeadamente através dos "Ateliers do Mercadinho", passatempos, ações especiais e exposições que, esporadicamente, acontecem em simultâneo com o mercadinho propriamente dito.

Atuais parceiros: Continente de Valongo, Gaia Jardim, Maia Jardim, CC Pingo Doce de Santa Maria da Feira, CC Pingo Doce da Póvoa de Varzim, CC Pingo Doce Aveiro, CC Trindade Domus, CC Ferrara Plaza e CC Espaços Mais Grijó.